Mas afinal…

…o que dá para fazer com cinquenta reais dum vale-cultura? Talvez seja uma tentativa torpe do Governo de socialização em uma comunidade. As pessoas de um vilarejo podem se reunir para dividir o valor de um ingresso do Cirque du Soleil e mandar o Joãozinho com a mãe para o espetáculo, já que ele viu Billy Elliot e agora fica pulando pelas ruas do povoado socando os barracos e gritando “Sou um cisne, um cisne!”, e uma viagem do menino a São Paulo ao menos daria alguma tranquilidade aos moradores.