Instalando um tablet Graphire 3 no macOS Yosemite

 

Tenho um tablet Graphire 3 (modelo CTE-430) que me acompanha desde 2005, e que resiste bravamente apesar da constante tentação em trocá-lo por um modelo Intuos (culpa do Windows, que aceita alegremente os drivers pré-históricos dele sem nenhum problema). Além disso, desenterrei meu iMac 2008 e resolvi encostar meu turbo-mega-super-blaster notebook ASUS fazer um test-drive com ele por uns dias e reviver uma época mais simples, onde não tínhamos tanta pressa.

Surpreendentemente, tudo funciona razoavelmente rápido e muito bem – exceto o tablet. Os drivers disponíveis na página da Wacom não reconhecem um tablet de 12 anos, com razão. Mas há uma solução, você só precisa achar a página certa e seguir os passos:

  1. Visite este link. Ele leva para a página asiática de suporte da Wacom.
  2. Escolha a versão para download. Tive sucesso com a 5.2.6-5(RC).
  3. Certifique-se de que não há nenhum driver Wacom instalado. Se houver, remova-o com o próprio utilitário da Wacom dentro da pasta de Aplicativos e reinicie o iMac.
  4. Abra o arquivo DMG que você baixou e instale o driver. Após a instalação o tablet já deve parar de agir como mouse e funcionar como caneta.
  5. O painel de controle do tablet não será compatível com o Yosemite. Para abri-lo vá até a pasta Aplicativos, clique com o botão direito no ícone “Preferências do Sistema”‘ e selecione “Obter Informações”.
  6. Na janela aberta marque a opção “Abrir no modo 32 bits”.
  7. Abra as preferências do sistema, configure tudo e feche a janela, repetindo os passos 5 e 6 para desmarcar a opção.

Se tudo der certo, o tablet funcionará normalmente. A versão do painel de controle da Wacom só existe em 32 bits, exigindo os malabarismos dos passos 5 a 7 toda vez que for necessário atualizar alguma configuração do tablet. Como alternativa, você pode editar diretamente o arquivo com.wacom.pentablet.prefs que fica na pasta ˜/Biblioteca/Preferences/, mas fique avisado que isso vai exigir um pouco de paciência e disposição para ler e compreender o arquivo.

Um outro passo que pode ser necessário ou não, dependendo do sucesso, é instalar primeiro o OS X 10.8, instalar o driver e então fazer o upgrade para o Yosemite. Depois do upgrade o sistema vai dizer que desativou e moveu o painel de controle da Wacom para uma pasta por ser incompatível. Basta abrir a pasta, clicar duas vezes no arquivo para reinstalá-lo e repetir os passos 5 a 7 para configurar o tablet.

Então tá então

Um belo dia você acorda e pensa: quero manter minhas coisas por aí mais não, vou juntar tudo no meu site. E começa pelo blog. Aí você abre o site do WordPress, cata os arquivos, prepara toda a configuração do seu servidor, edita o .htacess porque esqueceu de colocar os arquivos na pasta certa, apaga tudo, reinstala, estuda a API e finalmente acerta o wp-config.php, põe o site de pé, apanha para entender por que os redirecionamentos estão quebrados, e vai mexendo e cutucando até que um dia, tudo funciona.

Feliz, você faz a dancinha da vitória e comemora abrindo o painel de controle do seu domínio para criar um endereço novo, e descobre um link do Softaculous que instala o que quiser, WordPress inclusive, automaticamente e quase sem configuração, em dois minutos.

 

It works y’all!

Woooooah, a importação do blog antigo funcionou! Ou quase… Falta dar uma escovada no texto e ajeitar umas imagens, mas o grosso está aí. Ao trabalho então.