contos e estórias

Memento

Sete da noite, um apartamento em Brasília. Estou deitado no sofá e ouvindo Cherry-coloured Funk do Cocteau Twins quando a voz na minha cabeça, que estranhamente soa como a Gillian Anderson, resolve me incomodar.

Voz na Minha Cabeça: So, what we have here?

– …

VnMC: What? Why don’t you talk to me? Is something wrong?

– Por quê cazzo você me pergunta em inglês?

VnMC: Por que the hell você me xinga em italiano?

– Perguntei primeiro.

VnMC: Ah, a cláusula da antecipação. Funciona muito bem quando criança, pena que quando adultos ela não tem muito sentido.

– …e o que você quer dizer com isso?

VnMC: Que estou em sua cabeça, e por isso no comando! 

– Como você consegue sorrir sendo apenas uma voz?

VnMC: Mistérios da mente, meu caro. Como fazer você esquecer o que me acabou de perguntar.

– Você não faria isso!

VnMC: Já fiz.

– Fez o quê?

VnMC: Hihihi.