ruminações

Cala a boca, passarinho!

Revendo os arquivos do meu antigo blog eu notei que o twitter acabou virando o lugar principal das postagens, tomando o lugar daquela vontade que eu tinha de escrever por aqui. E hoje eu entendi o que aconteceu.

O twitter era prático, e não dava margem para gastar muito tempo pensando. Eram 140 caracteres e só, então a pressão de escrever o mínimo possível sempre rolava. No blog eu colocava o que dava na telha, sem me preocupar com o tamanho do texto: podia ser uma frase ou uma resenha inteira de um álbum do Flaming Lips. Isso tornava mais fácil entrar num fluxo de produção constante, onde o importante era só escrever sem me importar se alguém ia ler ou não. Só queria despejar o que estava construindo dentro da minha cabeça.

E isso me leva a outra questão do twitter, que o fato de ser uma rede social. Interações virtuais viciam, é muito legal ver pontinhos subindo ou ver que alguém gostou do que você escreveu, e querendo ou não você acaba perseguindo essa pontuação virtual – que acaba, de certo modo, virando um parâmetro para você julgar a qualidade do que você escreveu. Para quem escreve por hobby é um inferno, se sentir mal porque algo que você pesquisou e escreveu com paixão não ganhou um likezinho sequer.

Por isso, sair do twitter tem sido como um sopro de ar fresco. Posso voltar a escrever sem culpa, sem me preocupar se alguém vai ler ou não, e sem as restrições de espaço que me forçavam a abandonar tudo no meio de uma ideia. E vai, às vezes é bom simplesmente falar sozinho também.

Agora o cuidado é evitar uma recaída. Entrei no Mastodon, e ainda tenho conta no Instagram (apesar de não usar tanto esse último), e para evitar o risco de me acomodar com formatos reduzidos instalei um plugin por aqui que manda as postagens daqui também para o Mastodon. Assim continuo a escrever o que eu quiser, e mato a vontade de participar nessas redes sociais que brigam pela atenção se me comprometer muito com elas. Devo fazer a mesma coisa com o tumblr, eu gostava das ferramentas de escrita e gestão de site de lá.

Vamos ver no que dá.